Agora localizado no Saco dos Limões, Centro Cultural Casa Vermelha volta a ter espaço físico

O Centro Cultural Casa Vermelha é um dos mais vibrantes espaços culturais de Florianópolis – um Ponto de Cultura reconhecido pelo MinC desde 2016. A sede do Teatro em Trâmite, que foi inaugurada em 2013, teve seu imóvel entregue durante a pandemia e nos últimos três anos operou a partir de centros comunitários pela cidade, está voltando a ter um espaço físico, agora localizado na Caieira do Saco dos Limões.

Em um espaço totalmente remodelado, a Casa Vermelha voltará a abrigar cursos e oficinas de teatro,
apresentações, eventos e outras atividades culturais, movimentando a classe artística e cultural da capital catarinense. O Centro Cultural Casa Vermelha também seguirá sendo a sede do Teatro em Trâmite, grupo teatral fundado em 2003 e que desde então mantém-se em atividade constante; e d’O Bando, grupo de teatro comunitário formado por antigos alunos da Casa Vermelha, que completa oito anos em 2024.
Esses grupos preparam novas montagens que devem acompanhar a retomada do espaço durante o ano de 2024, além de promover no segundo semestre a mostra Trâmite 20, que comemora o aniversário de duas décadas do grupo catarinense.

Além dos grupos teatrais, a Casa Vermelha contará com a presença importante da Rizoma Projetos Editoriais e seu braço de ação comunitária, o Projeto Iluminuras. Com a parceria da Rizoma e do Iluminuras, a Casa Vermelha passa a ser um espaço para o estímulo à leitura, com oficinas, cursos, lançamentos de livros, eventos e projetos ligados às letras e à literatura.

Ainda nesse mês de maio, voltarão a acontecer as oficinas teatrais regulares, com iniciação teatral, montagem teatral e uma oficina para adolescentes, todas realizadas no novo espaço na faixa da noite, a partir das 19h. Os cursos são parte da atuação do NIET – Núcleo Independente de Estudos Teatrais da Casa, que durante o ano também deve promover palestras, aulas especiais, residências, workshops, oficinas e outras atividades que permitam o estudo e a pesquisa da linguagem teatral.

    No novo espaço, localizado no Saco dos Limões, serão oferecidas na faixa vespertina de horários, oficinas de diversas linguagens artísticas para crianças e adolescentes, todas elas gratuitas. Estas oficinas visam
    contemplar crianças a partir dos 7 anos até adolescentes de 14 anos com atividades de teatro, música, dança e literatura em oficinas de iniciação às linguagens.

    Além das atividades pedagógicas que a Casa mantém, ela retorna com uma novidade importante. A Casa Vermelha irá abrigar a Biblioteca Comunitária Marco Vasques, que será um local dedicado à circulação de
    livros e fomento e estímulo à leitura e à literatura. O espaço será uma homenagem ao poeta, escritor, ensaísta e pesquisador teatral Marco Anselmo Vasques, parceiro da Casa Vermelha e grande incentivador da Rizoma Projetos Editoriais, que infelizmente desapareceu no mar no final do ano passado. Essa é uma singela e humilde homenagem à vasta contribuição deixada por Marco para a cultura de Florianópolis e Santa Catarina.

    Para encerrar a programação prevista para o ano de 2024, também estará de volta o Clube de Cinema – Cineclube da Casa Vermelha que já funcionava no antigo espaço e se fortalece para esse retorno da Casa. Já no segundo semestre deste ano, a Casa deve voltar a oferecer sessões com exibição de filmes catarinenses, brasileiros, clássicos, latino americanos, seguidas sempre de uma roda de conversa com um convidado especial para comentar e debater o filme e os muitos aspectos da sétima arte.

    Acompanhe pelo Instagram.