Projeto reunirá 10 profissionais selecionados em uma formação imersiva e gratuita

Oportunidade para criar e trocar experiências, a Intralinhas – Residência Criativa para Mediadores de Leitura está com inscrições abertas. Esta é a primeira formação imersiva voltada a este público realizada em Santa Catarina. Entre 12 e 14 de abril, 10 pessoas selecionadas receberão mentorias para pesquisa e desenvolvimento no Espaço Rio Manso Chalés & Ecoturismo, na Estrada Rio Manso, zona rural de Jaraguá do Sul. A participação é gratuita, com inscrições até 5 de março.

“O projeto foi pensado visando a formação e prática de mediação de leitura que podem ser identificados nos leitores, escritores, bibliotecários, professores e contadores de histórias, mas que podem ser exercidas por um conjunto diversificado de agentes/atores: como, por exemplo, livreiros, jornalistas, psicólogos, juízes. Para nós, a prática da mediação de leitura é de enorme relevância na construção de identidades culturais de indivíduos e comunidades, mas que infelizmente ainda necessita de reconhecimento.”, explica o coordenador da Intralinhas, Gelson Bini. 

Em meio à natureza, cercada por cachoeiras, árvores e animais, a Intralinhas pretende capacitar e transformar o olhar dos mediadores para que eles sejam capazes de interagir com a diversidade de gêneros, estilos e temas da literatura nacional e universal de novas maneiras. Nos três dias, os selecionados receberão mentoria com quatro especialistas: a atriz e contadora de histórias Leticia Liesenfeld, o mediador de leituras Gelson Bini, o jornalista de literatura e mediador de debates literários Rodrigo Casarin e o escritor Carlos Henrique Schroeder. 

O objetivo é promover o deslocamento do mediador para um espaço de concentração, pesquisa e criação que possibilite a troca de experiências, linguagens, conhecimentos e realidades em conjunto com outros mediadores (e com a intervenção de mentores), contribuindo para a transformação e entendimento do seu próprio trabalho. 

Inscrições gratuitas pelo site