Olá! Sou a Yasmine (ou Yas, ou Ya, ou Mine). Talvez o que interesse dizer aqui é que sou jornalista, contadora mas também escutadora de histórias, assessora de imprensa, produtora de conteúdos que conectam e criam pontes. E, acima de tudo, uma curiosa. Mas o que realmente transmite quem eu sou é a minha história e as coisas nas quais acredito. 

Depois que me descobri e me assumi lésbica aos 26 anos, minha vida se transformou. E desde então eu tenho ainda mais respeito pela trajetória e pelos sonhos das outras pessoas – principalmente mulheres e pessoas LGBTI+. O yasss completa 3 anos em outubro de 2021 e, entre uma pausa para balanço e outra, ele resiste dessa vontade de comunicar iniciativas e projetos importantes, mas que nem sempre encontram espaço na mídia tradicional. Porque quem ousa mostrar seu trabalho para o mundo é também corajoso, e para mim é um prazer dar visibilidade àquilo que está conectado com meus valores.

Quando fui repórter de entretenimento no Diário Catarinense, experiência que mais marcou minha trajetória profissional, conheci iniciativas culturais incríveis e conversei com artistas e produtores que ralam muito para colocar seus projetos na rua. Por isso, o yasss também foi pensado para ser um espaço acolhedor e diverso, que recebe rolês independentes e está sempre de portas abertas. Durante a pandemia, o site mudou um pouco o foco mas não vejo a hora de poder dar dicas dos melhores fervos novamente (e encontrar vocês na pista). Vacinem-se!

Foto: Lara Albrecht